Correndo atrás do vento


                                                           (Ec. 2.11, 17, 26 – Ec. 4.4,6)

Algumas vezes o sábio Salomão falou sobre os que vivem a vida como quem corre atrás do vento. Certamente, a sua intenção era a de lembrar que muito das coisas que ocupam a nossa mente são vaidades e loucuras. Deste modo, pare e pense: Será que tem valido à pena viver do jeito que você vive?


      A pergunta que direciona o artigo deste boletim tem como objetivo despertar nossa atenção para a correria desenfreada que tem assoberbado a vida de muitas pessoas. Somos uma geração completamente ocupada, sem tempo e, consequentemente, sem condição de sentir prazer nas coisas boas da vida, coisas que Deus criou para que o nosso coração se alegrasse. Então, considere algumas bênçãos de Deus e veja se elas são fonte de prazer ou de preocupação e caso elas estejam de dando mais tristeza do que alegria, reavalie a maneira como você tem vivido estas realidades, para não ser como aqueles que vivem correndo atrás do vento.
         
1) Casamento – Na Escritura o casamento é fonte de alegria e prazer. Por isso aprendemos que marido e mulher, na união abençoada por Deus, formam uma só carne. Mas, para muitos o casamento é uma prisão sem celas. Para estes o relacionamento conjugal é um empecilho ao que consideram a verdadeira liberdade. Contudo, como já observamos, Deus instituiu o casamento para ser fonte de alegria e prazer. Então pense: O que o meu casamento significa pra mim?
           
2) Família – A família é o nosso refúgio seguro. Certamente nos lembramos que Deus é a nossa fortaleza, contudo, ele tem usado nossas casas como espelho desta segurança. Mas para muitos voltar para a casa depois de um dia de trabalho é um suplício. Encarar a esposa com suas necessidades, o marido com suas frustrações e os filhos com suas inseguranças não é fácil para aqueles que perderam de vista a benção da vida familiar. Em casa lutamos, mas também nos apropriamos das vitórias que Deus nos concede.

3) Trabalho – O trabalho honra e dignifica o homem. Deus nos deu o trabalho como provisão do seu amor. Contudo o pecado o tornou penoso e estressante. O trabalho deve trazer ao servo de Deus alegria e ser motivo de louvor ao nome de Deus, mas, a partir do momento em que ele se torna um fardo pesado demais e devo pedir a Deus que me ajude a entender o que realmente é importante. Viver em função do dinheiro que ele propicia, por exemplo, pode ser um grave erro.
          
4) Igreja – A Igreja é a comunhão dos remidos do Senhor. Nela somos instruídos a amar uns aos outros, mas para muitos ela é mais uma ocupação nessa vida agitada. Há quem não consiga viver o prazer de estar na casa de Deus e é assim porque a nossa vida religiosa é tratada, na maioria das vezes, como mais uma atividade. O prazer está em perceber que na comunhão dos santos encontramos uma oportunidade de nos fortalecer e de glorificarmos ao Senhor.
O fato é que os que correm atrás do vento não têm a oportunidade de vislumbrar a alegria que Deus nos proporciona nas menores coisas. Pense nisto!
     
ORE: Deus, dá-me alegria de viver em meu casamento, a comunhão, a alegria e o prazer que tu tens para os teus filhos. Deus faça do meu lar um lugar de harmonia, comunhão, alegria e bem-estar. Deus, que meu trabalho seja uma forma de me dar dignidade, redundando, portanto, em louvor ao seu Santo Nome. Deus, que minha vida religiosa seja um instrumento de refrigério para minha alma e não apenas mais uma atividade na minha agenda. Em nome de Jesus, amém.

Rev. Cleverson Gilvan de Oliveira Moreira – Pastor da 1ª Igreja Presbiteriana de Patrocínio

Imagem e texto: Blog Boletim IPBV

Comente com sua conta Blogger
Comente com sua conta Facebook
Comente com sua conta Google+

6 comentários:

  1. Olá Fabi!
    Bons ensinamentos, lindas palavras!

    Bjs ♥

    ResponderExcluir
  2. Fabi querida, belo texto, proveitoso e muito sábio, que muitas pessoas, inclusive os jovens deveriam ler. Adorei. Beijinhos, ótima semana

    ResponderExcluir
  3. Fabi querida,
    se eu soubesse que vc estava aqui em BH e no que eu mais gosto
    o Del Rey eu iria me encontrar com vc, rsrs.
    Eu comprei a minha fôrma no carrefour, faço uma festa quando vou ao
    carrefour, kkkkkk.

    Bjs, ótima semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Andréa. Pois é, ontem estivemos em BH e foi tudo tão corrido... Eu vi mesmo esta forma lá, até "namorei" ela, mas acabei desistindo, rsrs.

      Abraços. Fabiana.

      Excluir
  4. Oi Fabi, belo texto querida...

    Bjssssss e uma semana de sucesso e abençoada p/vcs

    ResponderExcluir
  5. suas receitas sao otimas ,mas as pssagens biblicas e as palavras do SENHOR sao maravilhosas obrigada

    ResponderExcluir

Olá! Obrigada pela visita ao blog :) Todos os comentários são moderados e, por isso, pode demorar um pouquinho para que sejam publicados ;)

  • Home
  • Quem faz
  • Receitas em Vídeo
  • Minhas Viagens
  • Anuncie no Blog
  • Contato