Sola Scriptura!


No dia 31 de outubro é comemorado o dia da Reforma Protestante, então, para este mês eu vou apresentar para vocês alguns textos sobre os 5 princípios considerados a base da reforma protestante. Eles são conhecidos como os 5 Solas. Começarei com o "Sola Scriptura" ou " Somente a Escritura"


Sola Scriptura - Somente a Escritura


Vivemos em um mundo cheio de reivindicações de verdades concorrentes. Todos os dias, somos bombardeados com declarações de que uma coisa é verdadeira e a outra, falsa. Dizem-nos no que acreditar e no que não acreditar. Pedem-nos que nos comportemos de um jeito ao invés de outro. Em sua coluna mensal “O que eu sei com certeza”, Oprah Winfrey nos diz sobre como lidar com as nossas vidas e relacionamentos. A página editorial do New York Times nos diz regularmente qual abordagem devemos usar nas grandes questões morais, jurídicas ou de políticas públicas de nossos dias. Richard Dawkins, o ateu e evolucionista britânico, nos diz como pensar a respeito de nossas origens históricas e nosso lugar no universo.
Como filtraremos todas essas alegações? Como as pessoas sabem o que pensar sobre relacionamentos, moralidade, Deus, origem do universo e muitas outras questões importantes? Para responder a essas perguntas, as pessoas precisam de algum tipo de norma, padrão ou critério ao qual possam recorrer. Em outras palavras, precisamos de uma autoridade máxima. É claro que todo mundo tem algum tipo de norma suprema à qual recorrer, quer estejam cientes ou não do que essa norma venha a ser. Algumas pessoas recorrem à razão e à lógica para julgar essas alegações de verdade concorrentes. Outras recorrem ao senso de experiência. Outros recorrem a si mesmos e ao seu próprio senso subjetivo das coisas. Embora haja alguma verdade em cada uma dessas abordagens, os cristãos têm historicamente rejeitado todas elas como o padrão definitivo para o conhecimento. 
Em vez disso, o povo de Deus tem afirmado universalmente que há apenas uma coisa que pode legitimamente funcionar como o padrão supremo: a Palavra de Deus. Não pode haver nenhuma autoridade maior que o próprio Deus.

Por Dr. Michael J. Kruger, professor de Novo Testamento e reitor no Reformed Theological Seminary em Charlotte, N.C.
Tradução: Isabela Siqueira. Revisão: Renata do Espírito Santo – © Ministério Fiel.
Fonte: Site Voltemos ao Evangelho. Reproduzido conforme permissão.

Comente com sua conta Blogger
Comente com sua conta Facebook
Comente com sua conta Google+

Um comentário:

  1. Oi Fabi, texto super lega, muito bom mesmo...
    Querida, passei p/deixar bjsssssss e desejar uma semana linda e abençoada p/vcs

    ResponderExcluir

Olá! Obrigada pela visita ao blog :) Todos os comentários são moderados e, por isso, pode demorar um pouquinho para que sejam publicados ;)

  • Home
  • Quem faz
  • Receitas em Vídeo
  • Minhas Viagens
  • Anuncie no Blog
  • Contato