Como fazer papinha de bebê

veja receita de papinha de bebê em vídeo

Como muitos já sabem eu tenho um bebê em casa, o Daniel. Ele já está com 1 ano e 1 mês e só agora eu tive tempo de preparar um post contando como eu faço a comida dele. É a minha experiência pessoal e espero que seja útil para vocês. 
Antes de começar tenho 2 coisas importantes para falar (que é bastante clichê mas é bom lembrar): 

1 - Consulte sempre o pediatra, inclusive no início da Introdução Alimentar; 
2 - O aleitamento materno deve ser exclusivo até o 6º mês, conforme orientação da Sociedade Brasileira de Pediatria;


Quando chega a hora de começar a Introdução Alimentar Complementar com o bebê, ou seja, a hora de dar comidinhas para o baby, aparece um monte de dúvidas, não é verdade? Como fazer papinha para o bebê? O que ele já pode comer? E muitas outras perguntas começam a surgir. Vou mostrar para vocês como eu faço aqui em casa:


Como fazer papinha de bebê


Do 6º até a metade do 7º mês eu comecei a oferecer a papinha "salgada" sem a carne (só cozinhava um pedaço de carne com a comida e depois retirava na hora de servir) e sem o grão de feijão, só com o caldinho dele. E, também, comecei com as frutas, sempre amassadas e uma por vez para observar possíveis alergias. 

Após pesquisar bastante eu fiz uma tabela dividindo os grupos de alimentos para a papinha do bebê. E tentei seguir, mais ou menos, esta tabela para facilitar o meu dia-a-dia e também para oferecer a ele uma alimentação balanceada. 


Grupos de Alimentos


1 - Proteínas

Carne de vaca, frango...

2 - Raízes e Tubérculos.

Batata, batata doce, mandioquinha, inhame, mandioca...

3 - Legumes

Abóbora, abobrinha, chuchu, couve-flor, quiabo, cenoura, brócolis...

4 - Verduras

Couve, espinafre, rúcula, agrião...

5 - Grãos e outros

Feijão, arroz, lentilha, ervilha...

Para temperar: Alho e cebola picadinhos. 




Do 6º até a metade do 7º mês eu fazia assim:

Cozinhar: 1 pedaço de carne + 1 tubérculo + 1 legume + 1 verdura + Arroz + Caldinho do feijão + os temperos

Amassava bem com o garfo deixando a papinha mais pastosa.


Do final do 7º mês em diante assim:

Cozinhar: 1 carne + 1 tubérculo + 2 legumes + 1 verdura + Arroz + Feijão + os temperos

Amassava com o garfo deixando pedacinhos macios para o bebê mastigar.



Para a papinha de hoje eu fiz assim:


Ingredientes

Alho e cebola picadinhos
Um fiozinho de óleo
Uma porção de carne moída
Abóbora e abobrinha picados na quantidade desejada
Arroz, feijão e mandioquinha a gosto
Couve já picadinha
Água a gosto
Um fiozinho de azeite (bem pouco para finalizar)


Modo de Preparo:
Primeiro, cozinhe o feijão e reserve. Coloque a couve para cozinhar separado do restante dos ingredientes.
Em uma panela, ao fogo baixo, coloque o alho, a cebola e o fiozinho de óleo e deixe fritando por alguns segundos. Acrescente a carne e vá mexendo. Adicione o arroz (lavar bem o arroz antes) e continue mexendo. Junte os legumes e misture tudo. Coloque um pouco de água, tampe a panela e deixe cozinhando. Antes de secar a água, acrescente a couve e o feijão. Misture tudo e deixe cozinhando até secar um pouco a água (se preferir, não precisa secar toda a água). 
Coloque a porção que irá servir em um prato e amasse com um garfo. "Regue" com um fiozinho (bem pouquinho) de azeite, verifique se não está quente demais e sirva para o seu bebê ;)



Algumas considerações e dicas:

- Aprendi com o Dr. Moisés a fazer as coisas com calma. Não precisamos oferecer muitos alimentos de uma vez. As coisas devem ser feitas sem pressa.

- Não precisa bater a papinha no liquidificador e nem passar pela peneira. Você pode somente amassar bem a papinha com o garfo. Sempre deixei pedacinhos macios para o Daniel mastigar mesmo sem os dentinhos ainda. Consultem o pediatra de vocês sobre os benefícios da papinha amassada no garfo e pesquisem bastante também na internet.

- Eu não utilizo a panela de pressão para fazer as papinhas. Pois não achei necessário e também para conservar melhor os nutrientes dos alimentos.

- Você pode congelar pequenas porções desta papinha. Dê preferência aos recipientes de vidro na hora de congelar e faça a devida esterilização dos potinhos. Eu deixava congelado por, no máximo, 10 dias. Para descongelar retire do freezer no dia anterior e deixe o potinho na geladeira ou programe no microondas para descongelar mais rápido e depois esquente em uma panela no fogão.

- Não utilizei sal nas papinhas do Daniel até os 11 meses. Depois de 11 meses comecei a colocar o sal na comida dele mas beeeemmmm pouquinho.



Então, é isso. Assim eu comecei a fazer as papinhas do Daniel. Espero que tenham gostado, principalmente as mamães de primeira viagem ;)






Comente com sua conta Blogger
Comente com sua conta Facebook
Comente com sua conta Google+

2 comentários:

  1. Sobre a papinha do Daniel, 10 dias não é muito não?? Pro meu filho deixo no máximo 5 dias e olhe la. Sou todo receoso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu informei que deixo até 10 dias no máximo como uma referência para quem lê, aqui em casa sempre acabou em uma semana.

      Excluir

Olá! Obrigada pela visita ao blog :) Todos os comentários são moderados e, por isso, pode demorar um pouquinho para que sejam publicados ;)

  • Home
  • Quem faz
  • Receitas em Vídeo
  • Minhas Viagens
  • Anuncie no Blog
  • Contato